Criar circunstâncias reais ou imaginárias, para evitar mudanças que podem trazer certos tipos de incômodos, é uma das principais características de pessoas que se boicotam. Autossabotagem é o mecanismo de defesa da mente que te impede de evoluir.

Quando isso impede a conquista de metas e objetivos, por exemplo, fica mais fácil de entender:

 Iniciamos um processo e no meio do caminho, algo inesperado acontece e nem percebemos que por descuido, destruímos o que levamos tempo para construir, por conta de algum comportamento indevido. Isso é uma armadilha do nosso inconsciente, mas que precisamos identificar e modificar para obter maturidade em nossa vida pessoal e sucesso na profissional.

É preciso ter cuidado, pois, querendo ou não, são comportamentos que podem virar um ciclo vicioso:

  • Crítico interno – Sabe aquela voz negativa, que por vezes critica alguma ação sua? Você deve aprender a controlar e separar o que realmente vale a pena ou não.

     

  •  Perfeccionismo – Nada é perfeito! O mundo em que vivemos, também não! Pessoas com essa característica, exigem demais de si e dos outros, querem sempre que as condições estejam perfeitas para poder executar algo ou tomar alguma atitude diante de uma situação.

     

  • Vitimismo – Bem conhecido por muitos. É típico de indivíduos que não assumem responsabilidade sobre seu atos e fazem de tudo para culpar o outro.

     

  • Procrastinação – Sabe aquele “amanhã eu faço”, pode ser o início da sua procrastinação. Isso é um hábito que as pessoas têm em adiar as coisas, principalmente quando envolve questões burocráticas.

 

Inteligência Emocional para Autossabotagem

 Emoções negativas também são comuns em pessoas que já estão neste ciclo como: medo, perda, culpa e raiva.

Um das alternativas para sair dessa zona é trabalhar a sua inteligência emocional. O conceito, foi citado pela primeira vez em 1990, por pesquisadores da psicologia em um estudo.

Torne-se a melhor versão de si! 

É necessário reprogramar crenças e padrões limitantes, absorvidos pela família e de situações que vivemos ao longo do dia.

 Isso vai nos permitir viver conforme os nossos potenciais, que estão guardados em nossa essência e podem facilmente ser despertados se o indivíduo trabalhar com aspectos importantes para o seu desenvolvimento emocional:

  1.   Autoconsciência
  2.   Autocontrole
  3.   Motivação
  4.   Inteligência interpessoal
  5.   Empatia

 

Autossabotagem: Quem pode me ajudar a solucionar esse problema?

O auxílio de um profissional, para te ajudar a superar esta etapa é super importante.

No Coaching tradicional, por exemplo, você terá mais entendimento da situação atual para modificar o que for necessário e vai compreender onde realmente quer chegar.

O método usado por muitos da área é o Coaching Integral Sistêmico (CSI), que é um processo de orientação das ações para que a pessoa consiga atingir os resultados de alta performance.

Eles trabalham três vertentes: reestruturação de crenças e programações mentais, competências emocionais e a própria inteligência emocional.

 “Quando isso interferir em seu ambiente de trabalho, especialmente se você ocupa cargos de liderança como gerência e supervisão, vai precisar de orientação para manter seu equilíbrio emocional.

Mostrando-se seguro e sempre motivado, sua equipe vai se sentir mais capaz de produzir projetos satisfatórios e você terá os melhores resultados.” 

 A Inteligência Emocional para quem deseja sair do ciclo da autossabotagem, tanto no ambiente de trabalho como na vida pessoal, tornará a pessoa mais positiva sobre as suas ações e as decisões que deve tomar.

Além disso, aprender a resolver conflitos e diversas situações inesperadas sem perder a cabeça.

 

É como andar de bicicleta: tudo é questão de prática

A autossabotagem nos torna vilão de nossa própria história.

Não deixe jamais isso te limitar! Saiba controlar suas emoções.

Algumas dicas muito importantes para você começar a praticar é o autocontrole, que é um dos princípios fundamentais para quem estar em busca do seu desenvolvimento emocional, são: atividades físicas, caminhadas, respirar fundo quando estiver em alguma situação decisiva ou tomar um banho relaxante para conseguir pensar melhor sobre assuntos importantes.

Nosso cérebroaprende através de experiências repetidas e depois de identificar seus pontos fracos e colocar em prática o que deve ser modificado, você vai precisar centralizar naquilo que realmente importa: sua Inteligência Emocional.

Solução

Portanto, busque o autoconhecimento! Ela será a ponte para a sua libertação desse ciclo negativo.

Saber suas limitações também é fundamental e vai ajudá-lo a enfrentar melhor os conflitos do cotidiano.  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *